quinta-feira, 5 de fevereiro de 2009

Playmobil

Por esta altura estão os "putos" a perguntar...playmo...quê? Ou então a dizer, mas porque é que este tipo está a falar daqueles bonequinhos pequeninos sem piada nenhuma...

Se bem que ainda recentemente comentava sobre a evolução destes fantásticos bonequinhos, é verdade que não têm a sofisticação da Playstation, ou de qualquer outra consola. Nem sequer o dinamismo da maioria dos brinquedos actuais, mas a verdade é que durante anos estiveram entre os brinquedos preferidos de muitos, como eu!

Para esses, a passada semana fica para história como um (infeliz) marco. Morreu o pai dos Playmobil, o Sr. Hans Beck.


Morreu o pai dos Playmobil
Hans Beck - No mundo perfeito, ninguém mede mais de sete centímetros e meio

Houve outros mundos perfeitos na história do brinquedo industrial - mundos perfeitos que demorávamos semanas a construir, e que depois se desmoronavam em 30 segundos quando algum adulto se apercebia do estaleiro em que a mesa de jantar se tinha transformado quando o resto da casa estava a dormir - mas esses mundos não eram assim tão perfeitos porque não havia lugar para nós (nem para ninguém) nas inabitáveis torres Lego ou nas igualmente inabitáveis retroescavadoras Meccano.

Houve sempre lugar para nós no mundo perfeito das caixas Playmobil: foi a primeira colecção de brinquedos para construir criada não a partir dos elementos técnicos, como os blocos da Lego ou as componentes de metal da Meccano, mas a partir da figura de uns homenzinhos de sete centímetros e meio.
(...), por Inês Nadais

Para aqueles que ainda não sabem o que são Playmobil, a história aqui.

5 comentários:

Pratas disse...

Pois... já tinha lido.. é pena... cresci com esses bonecos enquanto eles ficaram do mesmo tamanho. RIP

acandeia disse...

eu era mais pinipons...:( ainda os tenho.
Bjs

david caldeirao disse...

playmobil, lego, subutteo, carros com pistas feitas por nós, pião, berlindes......assim de repente?!?!?!
tantas coisa que se faziam, antes de haver telemóveis c/SMS, MSN, YouTube,Blogues......estamos a ficar ;-) como eu de dizer!!! "VELHOS"...

Anónimo disse...

Confesso que se há coisas q me marcaram foi a invenção deste sr...

e como eu era daqueles que não tinha o que queria qd queria,,, ficar ali longos minutos a ver montras n a esperança de um dia receber o grande navio pirata ou ou grande forte apache,,,

depois la de vez e quando recebia um bote ou ume tenda india:-)

Honra seja feita a este digno homem que tanta alegria deu a tanta gente (eu incluído)

eh eh

parabéns por te lenmbrares de deixar aqui a recordação do momento

HASTA
Migalhas

Fernstie disse...

Horas, horas e mais horas de aventuras no gelo (tinha os esquimós), de cowboys e indios (os meus primos tinham o forte) e de corridas de fórmula 1 versão playmobil.
Ou melhor, Famobil, que os primeiros que tive vinham de espanha e chamavam-se assim...

Menos tecnológicos, mas com mais imaginação que qq dvd... não?